25 de abril de 2012

LabK Entrevista: RIQUE GROOVE

Inauguramos nossa série de entrevistas com estilistas parceiros da Kalimo com Rique Groove, diretor criativo da marca de moda masculina R.Groove.
Tão descontraído como suas coleções, Rique respondeu às nossas perguntas com leveza e timismo em relação ao público masculino brasileiro. Vale a pena ler:

LabK: O que você acha essencial para trabalhar com Moda?

Rique: Acho essencial ter feeling sobre comportamento. Você tem que saber os caminhos a serem seguidos em arte, design… E isso você conquista com o tempo, mas é essencial!


L: De onde vêm as inspirações e referências das suas coleções?

R: Sempre vêm da moda de rua, da música, da Arte e do design em geral.


L: Como essas inspirações se conectam ao comportamento do seu público?

R: Hoje em dia, nosso público já recebe essas informações o tempo todo através de vários meios. O nosso trabalho é concretizá-las em produtos desejáveis e mostrar essa proposta a ele.

L:Visualmente, os looks dos seus desfiles são uma coisa de longe e outra de perto, como por exemplo o color blocking da última coleção de verão que criava uma divisão cromática à parte das peças, ou a estampa de ventiladores da coleção de inverno, que de longe parecia uma releitura de argyle. Essa ilusão através de cores, estampas e formas é intencional ou até você se surpreende com o resultado?

R: É intencional. A R.Groove é uma marca que trabalha muito o design gráfico. Então, a imagem final, do look completo, é sempre muito importante para a marca. Desde de nosso primeiros desfiles no Rio Moda Hype, isso é uma característica marcante: tanto quando recriamos grafismos já criados – como o famoso efeito Tromp Loei, que adoramos -, como quando criamos sobreposições visuais que na verdade não existem.


L: Que tipo de estamparia você costuma usar mais e por quê?

R: A digital é realmente perfeita, por ser fiel às cores e por não ter toque. Para a nossa marca, liberdade de criação é o principal atrativo na hora de desenvolver uma estampa e, com a estamparia digital, podemos trabalhar com infinitas possibilidades, até mesmo com intervenção em fotografia que, diga-se de passagem, é uma tendência cada vez mais forte!


L: E qual foi a importância da Kalimo nessas suas últimas coleções?

R: A Kalimo foi e continua sendo muito importante para a marca, pois foi a parceria que deu vida às nossas estampas com essa fidelidade à criação. Desenvolvemos nossas estampas digitais com a Kalimo, e sempre notamos e comprovamos a qualidade, até mesmo para a precisão que um desfile de moda precisa.

L: No final das contas, o homem comum está mais aberto às novidades da Moda ou continua relutante em aceitar novas possibilidades?

R: Muito mais aberto às novidades, com certeza. A informação é essencial: os homens do Brasil hoje se conectam ao que está acontecendo lá fora e começam a perceber que até para ser básico existem muitas possibilidades que vão muito além de t-shirt e calça jeans. Além disso, o Brasil hoje também é tendência, e isso contribui muito com auto-estima dos brasileiros, que se sentem mais à vontade para experimentar peças que vão além do senso comum.

Comentar via Facebook

comentários

digital, entrevista, masculino, Moda, r. groove
array(3) { [0]=> string(86) "http://lab.kalimo.com.br/wp-content/uploads/2012/04/horahjovensestilistas_f_028-2.jpeg" [1]=> string(61) "http://lab.kalimo.com.br/wp-content/uploads/2012/04/image.png" [2]=> string(65) "http://lab.kalimo.com.br/wp-content/uploads/2012/04/r-groove.jpeg" }